Data Preview 0: Liberação de catálogo de dados simulados do LSST

20 de abril de 2021 | LIneA

O Observatório Rubin promove inscrições para a seleção de candidatos para acesso ao Data Preview 0 (DP0). A chamada está aberta para os data right holders da comunidade científica, no Brasil, os membros do Brazilian Participation Group (BPG) poderão se candidatar. Neste primeiro momento, espera-se preencher até 225 das 300 vagas disponíveis, com o restante sendo disponibilizado na segunda chamada em Janeiro de 2022. Há ainda 30 vagas, das 225, reservadas para os membros do Dark Energy Science Collaboration (DESC), do qual alguns membros do BPG também fazem parte. A inscrição fica aberta até o dia 30 de Abril de 2021, e os dados simulados serão liberados em 30 de Junho de 2021.

Um dos objetivos do DP0 é de proporcionar um contato antecipado com a Rubin Science Platform (RSP), que será a forma de acessar os dados do LSST, assim como a oportunidade de se preparar melhor para fazer ciência com os inéditos dados do LSST. Até a consolidação do SLAC como a US Data Facility os dados serão armazenados na nuvem, isto é, o DP0 será hospedado o Interim Data Facility (IDF) em sua Google Cloud, por conta de um acordo de três anos, realizado em Dezembro de 2020, entre o Observatório e a Google.

blank
Figura 1: Foto do Observatório Rubin, tirada no pôr do sol, iluminado pela lua cheia.

O catálogo disponibilizado faz parte do segundo Data Challenge (DC2) gerado pelo DESC, que conta com simulações realistas para diversos aspectos astrofísicos. O DC2 simula cinco dos dez anos planejados para o LSST, com dados de seis bandas ópticas em uma área de 300 graus quadrados. Mais informações sobre o DC2 podem ser encontradas no The LSST DESC DC2 Simulated Sky Survey.

blank
Figura 2: Demonstra a apresentação do Rubin Science Platform.

Essa iniciativa é a primeira de três amostras que serão disponibilizadas durante o período que antecede o começo das Operações Rubin. Os DP1 e DP2 são baseados em dados obtidos durante o comissionamento do Observatório Rubin, e o DP0 distribui dados simulados que imitam os que esperamos obter com o LSST. O DP0 é dividido em dois estágios: o primeiro, DP0.1 – com início em 30 de Junho de 2021 – contém imagens e catálogos do DC2 conforme processados pelos pipelines científicos do LSST; já o DP0.2 – disponível em 31 de Março de 2022 – traz as imagens e catálogos do DC2 que serão reprocessados pelo Observatório Rubin utilizando uma versão mais nova das pipelines.

O LIneA e o INCT do e-Universo tem como missão apoiar a participação de pesquisadores associados a instituições brasileiras em grandes levantamentos astronômicos como o Dark Energy Survey (DES), Sloan Digital Sky Survey (SDSS), Dark Energy Spectroscopic Instrument (DESI), e o Legacy Survey of Space and Time (LSST).

O LIneA é um instituto de ciência e tecnologia privado cuja missão é viabilizar a participação de pesquisadores e estudantes em colaborações internacionais; apoiar centros emergentes, fornecer acesso a acervos de dados astronômicos e a uma infraestrutura de processamento intensivo de dados, e desenvolver soluções para problemas de big data nas áreas de astronomia e cosmologia. Atualmente as atividades do LIneA são apoiadas pela FINEP, FAPERJ, CNPq, CAPES e pelo INCT do e-Universo.

Comentários estão fechados.