LIneA agora é membro da LSST Corporation

01 de março de 2021 | LIneA

Em Janeiro de 2021 o LIneA foi aceito como membro da LSST Corporation (LSSTC), como mostra o texto da carta recebida em 19/01/2021:

blank

A LSSTC, com sede em Tucson, Arizona (EUA), é uma corporação sem fins lucrativos criada para apoiar o Projeto LSST e promover a ciência da astronomia e da física. A LSSTC representa um consórcio de quase 40 membros institucionais, bem como 34 contribuintes internacionais representando 23 países. A LSSTC fará parceria com o National Science Foundation (NSF), Association of Universities for Research in Astronomy (AURA)¹, Department of Energy (DOE) e SLAC National Accelerator Laboratory (SLAC) nas operações do Observatório Rubin e permitirá a exploração dos dados do Legacy Survey of Space and Time (LSST).

A LSSTC está comprometida em promover e construir novos modos de colaboração interdisciplinar na interface da astronomia, física, ciência da computação, matemática e ciência da informação. Através do incentivo de bolsas para graduação e pós-doutorado, doações dos colaboradores, ações nas escolas, workshops, grupos de discussões e apoio de colaborações científicas, a LSSTC irá promover o treinamento de uma nova geração de jovens cientistas e pesquisadores, preparando a futura comunidade científica para os desafios que o Observatório Rubin LSST irá trazer.

Ao ingressar na LSST Corporation, o LIneA espera ajudar a promover a integração dos membros do Grupo de Participação Brasileira (BPG) ao projeto, especialmente para os jovens pesquisadores, além de contar com o apoio e a experiência da corporação na execução de programas educacionais locais.

blank
Figura 1 – Ilustração dos grandes observatórios astronômicos operados pela AURA que entre outros inclui Cerro-Tololo Interamerican Observatory (CTIO), KItt Peak National Observatory (KPNO), Gemini Observatory, Vera C. Rubin Observatory e o Hubble Space Telescope. Opera ainda o Community Science and Data Center.

LIneA e o INCT do e-Universo tem como missão apoiar a participação de pesquisadores associados a instituições brasileiras em grandes levantamentos astronômicos como o Dark Energy Survey ( DES), Sloan Digital Sky Survey ( SDSS), Dark Energy Spectroscopic Instrument ( DESI), e o Legacy Survey of Space and Time ( LSST).

LIneA é um instituto de ciência e tecnologia privado cuja missão é viabilizar a participação de pesquisadores e estudantes em colaborações internacionais; apoiar centros emergentes, fornecer acesso a acervos de dados astronômicos e a uma infraestrutura de processamento intensivo de dados, e desenvolver soluções para problemas de big data nas áreas de astronomia e cosmologia. Atualmente as atividades do LIneA são apoiadas pela FINEP e pelo INCT do e-Universo.


¹ A Associação de Universidades para Pesquisa em Astronomia (AURA) é um consórcio de 47 instituições americanas e 3 afiliadas internacionais que opera observatórios astronômicos de classe mundial para a National Science Foundation e a NASA. O papel da AURA é estabelecer, nutrir e promover observatórios públicos e instalações que promovam pesquisas astronômicas inovadoras. A AURA é responsável pela gestão e operação bem-sucedidas de seus três centros: National Optical-Infrared Astronomy Research Laboratory (NOIRLab) da NSF; o Observatório Solar Nacional (NSO) e o Space Telescope Science Institute (STScI).

Comentários estão fechados.