Diretor do LIneA participa do 21º Workshop RNP abordando o tema e-Ciência

15 de dezembro de 2020 | LIneA

A Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) realizou nos dias 7 e 8 de dezembro seu 21º Workshop, pela primeira vez totalmente digital.

Este ano o tema da edição foi “Respirando Inovação“. A programação do evento contou com diversas palestras e painéis envolvendo assuntos como: Gestão de identidade, cibersegurança, educação, telessaúde, campus inteligente, iniciativas, redes avançadas, ciberinfraestrutura, videocolaboração, gestão e monitoramento de redes, indústria 4.0, agro, apoio à e-Ciência, plataformas para experimentação, escritório inteligente e comitês técnicos.

A convite do Comitê de Programa do WRNP 2020, o diretor do LIneA (Luiz Nicolaci da Costa) participou do debate no painel “e-Ciência: desafios para fazer o uso dos 100G” junto com Lubia Vinhas (coordenação de Observação da Terra no INPE), Renato Santana (assistente em Ciência e Tecnologia no CBPF) e Alex Moura (especialista da RNP), sob mediação do Michael Stanton.

blank
Foto: Painel e-Ciência no 21º WRNP / Fonte: Site RNP

A e-Ciência trabalha com grandes volumes de dados, sendo assim, é necessário uma rede de alta capacidade para o compartilhamento desse grande fluxo de dados, permitindo o processamento e compartilhamento dessas informações, resultando em conhecimento.

Cada participante apresentou as atividades realizadas pelas instituições, demonstrando que a demanda é expressiva e a importância da rede ser capaz de sustentar a grande base de dados. O debate resultou em um consenso entre as instituições integrantes do ecossistema e-Ciência: é preciso mais investimento do Governo Federal no que tange o upgrade das redes utilizadas pelos pesquisadores.

“O que falta é coordenação. Se juntarmos nossas necessidades e a apresentarmos juntos ao MCTI conseguiremos mostrar o grande impacto desses investimentos para o futuro do Brasil, com um projeto a longo prazo”, explicou Nicolaci, diretor geral do LIneA.

O LIneA e o INCT do e-Universo tem como missão apoiar a participação de pesquisadores associados a instituições brasileiras em grandes levantamentos astronômicos como o Dark Energy Survey ( DES), Sloan Digital Sky Survey ( SDSS), Dark Energy Spectroscopic Instrument ( DESI), e o LargeSynoptic Survey Telescope ( LSST). O LIneA, criado em 2010, é apoiado pelo Observatório Nacional ( ON), pelo Laboratório Nacional de Computação Científica ( LNCC) e pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa ( RNP). Em janeiro de 2020 o LIneA transformou-se em uma associação, para dar continuidade a missão de atuar como um instituto de ciência e tecnologia para viabilizar a participação de pesquisadores envolvidos em grandes colaborações internacionais; apoiar centros emergentes, fornecendo uma infraestrutura computacional; acesso a um acervo de dados astronômicos; e desenvolver soluções para problemas de big data nas áreas de astronomia e cosmologia. As atividades do LIneA vem sendo apoiadas ao longo dos anos pelo MCTIC, FINEP, FAPERJ, FAPERGS e a FAPESP. O programa INCT tem o apoio do CNPq, CAPES, e FAPERJ.

Fonte: https://www.rnp.br/noticias/internet-quantica-rede-100-gb/s-e-e-ciencia-sao-destaques-no-segundo-dia-do-wrnp2020

Comentários estão fechados.