Membros do LIneA participam da Escola do Supercomputador Santos Dumont

03 de abril de 2020 | LIneA

Nos dias 6 e 7 de Fevereiro de 2020, membros do time de TI do LIneA participaram da Escola do Supercomputador Santos Dumont, realizada no Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), localizado em Petrópolis, RJ. O evento fez parte da 18a. edição do Programa de Verão do LNCC. A escola ofereceu diversos minicursos à comunidade de usuários do supercomputador e de programação em computação de alto desempenho em geral. Maiores informações sobre a Escola de Verão do Supercomputador Santos Dumont podem ser encontradas neste link.

Alguns dos colaboradores do LIneA participaram de cursos de capacitação em computação de alta performance com foco na administração da infraestrutura de clusters de computadores e no uso de bibliotecas para o desenvolvimento e execução de algoritmos paralelos otimizados. Um dos objetivos do LIneA é dar apoio tecnológico à comunidade astronômica brasileira e a capacitação do time é de suma importância.

blank
Foto dos tecnologistas do LIneA que participaram da 18a. edição do Programa de Verão do LNCC (da esquerda para a direita): Carlos Adean, Glauber Vila Verde, Valter de Lima e Cristiano Singulani. Ao fundo o local físico no LNCC onde fica instalado o Supercomputador Santos Dumont.

O LIneA e o INCT do e-Universo tem como missão apoiar a participação de pesquisadores associados a instituições brasileiras em grandes levantamentos astronômicos como o Dark Energy Survey (DES), Sloan Digital Sky Survey (SDSS), Dark Energy Spectroscopic Instrument (DESI), e o LargeSynoptic Survey Telescope (LSST). O LIneA, criado em 2010, é apoiado pelo Observatório Nacional (ON), pelo Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC) e pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP). Em janeiro de 2020 o LIneA transformou-se em uma associação, para dar continuidade a missão de atuar como um instituto de ciência e tecnologia para viabilizar a participação de pesquisadores envolvidos em grandes colaborações internacionais; apoiar centros emergentes, fornecendo uma infraestrutura computacional; acesso a um acervo de dados astronômicos; e desenvolver soluções para problemas de big data nas áreas de astronomia e cosmologia. As atividades do LIneA vem sendo apoiadas ao longo dos anos pelo MCTIC, FINEP, FAPERJ, FAPERGS e a FAPESP. O programa INCT tem o apoio do CNPq, CAPES, e FAPERJ.

Comentários estão fechados.