LIneA completa 300 artigos publicados pelos seus filiados

28 de maio de 2019 | LIneA

Os filiados ao LIneA e ao INCT do e-Universo atingiram a marca de 300 artigos publicados desde o final de 2008, além de 2 aceitos e mais de 40 submetidos. Um dos trabalhos de destaque é o mapa de matéria escura produzido pelo Dark Energy Survey (DES), feito através da análise de lentes gravitacionais fracas das galáxias, em 2015. Dois artigos sobre o estudo saíram nas revistas Physical Review D e Physical Review Letters, e além disso foi publicada uma resenha na revista online Physics, que explica os desafios em produzir o mapa e como os próximos anos produzirão resultados fantásticos quando levantamentos como o DES forem completados. Membros brasileiros da colaboração DES participam destes estudos, apoiados pelo LIneA.

trabalho desenvolvido por cientistas usando a câmera do Dark Energy Survey (DES) também foi de grande destaque, pois eles capturaram imagens do resultado de uma colisão entre estrelas de nêutrons, evento que produziu a detecção de uma onda gravitacional. Os cientistas da equipe estão entre os primeiros a observar as consequências de um surto de ondas gravitacional, registrando imagens da primeira explosão confirmada como consequência da fusão de duas estrelas de nêutrons. Esse violento processo de fusão, ocorrido há 130 milhões de anos em uma galáxia próxima à nossa (NGC 4993), é a fonte das ondas gravitacionais detectadas pelo Observatório Interferométrico de Ondas Gravitacionais (LIGO) e Interferômetro Virgo em 17 de agosto.

Além disso, um dos 300 artigos publicados é sobre o 14º lançamento de dados do Sloan Digital Sky Survey (SDSS). Trata-se de um lançamento cumulativo, incluindo as reduções e calibrações mais recentes de todos os dados do SDSS desde a primeira fase em 2000. O novo Data Release 14 (DR14), como é denominado, foi o primeiro lançamento público de dados da Baryon Oscillation Survey, e proporciona dados de imagens e espectros mais antigos. O artigo descreve a localização e o formato dos dados publicamente disponíveis das pesquisas do SDSS-IV, além de fornecer referências aos documentos técnicos importantes que descrevem como os dados foram coletados (com segmentação e detalhes de observação) e processados para uso científico.

blank
Figura 1 – Cópia de tela do portal de acesso aos dados do DR14 providos pelo LIneA. Crédito da imagem: LIneA.

Ainda como publicações de impacto mencionamos uma séries de artigos liderados por filiados ao LIneA examinando o fenômeno Seyfert (galáxias com núcleos ativos energizados por um buraco negro supermassivo) reportado também nas seguintes notícias [A dança dos ventos galácticos], [Buracos negros vorazes], e [O sopro das galáxias], entre outros.

Outra publicação relevante dentro desses 12 anos foi o estudo da doutoranda Jessica Cáceres (ON) e seu orientador Rodney Gomes, que reforça a possível existência de mais um planeta no Sistema Solar. Depois da descoberta do planeta anão Plutão e a posterior determinação de sua massa, a procura pelo denominado “planeta X” (ou nono planeta) continuou até que uma estimativa mais precisa da massa de Netuno foi feita pela sonda espacial Voyager 2No artigo, foram estudados parâmetros orbitais focando no caso de um planeta com órbita muito alongada em torno do Sol.

blank
Figura 2 – Ilustração artística de uma possível órbita do nono planeta.

A lista das publicações dos filiados ao LIneA pode ser encontrada aqui. O LIneA é um laboratório apoiado pelo Observatório Nacional (ON), Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), e pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), criado com a finalidade de dar suporte à participação brasileira em levantamentos astronômicos. O INCT do e-Universo também apoia brasileiros participantes de grandes levantamentos astronômicos, incluindo o DES e o LSST.

Comentários estão fechados.