Especialistas discutem resultados esperados de futuro megatelescópio

21 de dezembro de 2018 | LIneA

Workshop Sul-Americano em Cosmologia na era do LSST , evento organizado pelo ICTP-South American Institute for Fundamental Research , ocorreu entre os dias 17 e 21 de dezembro no campus da Unesp, em São Paulo recebendo pesquisadores do mundo inteiro para falar sobre os resultados esperados com o uso dos dados do LSST (Large Synoptic Survey Telescope – Grande Telescópio de Levantamento Sinóptico).

workshop tem como objetivo atrair especialistas em diferentes áreas da cosmologia observacional para discutir os desafios de projetos em andamento ou planejados, além de buscar aumentar a visibilidade e a participação da comunidade sul-americana em tais projetos. O evento é co-organizado com o Laboratório Interinstitucional de e-Astronomia (LIneA) e é apoiado pelo INCT do e-Universo.

Localizado no Chile, o LSST é um telescópio com diâmetro de 8,4 metros que será capaz de mapear todo o céu visível a cada 3 dias e o início de suas operações está previsto para 2020. Após anos de estudo, a região de Cerro Pachón (Figura 1) foi escolhida para receber o equipamento por oferecer boas condições de tempo, bom número de número de noites claras por ano, padrões climáticos sazonais e qualidade de “nitidez” astronômica necessária.

Com os dados acumulados, cientistas irão explorar o Sistema Solar, descobrir novos fenômenos, estudar a estrutura de nossa galáxia, a formação e evolução de estruturas no Universo em função do tempo cósmico e determinar as propriedades da matéria e energia escura que permeiam o Universo. De acordo com os pesquisadores da colaboração LIneA, “o sistema será o mais poderoso coletor de luz no óptico e a velocidade das observações fornecerá aos astrônomos pela primeira vez uma visão dinâmica do Universo. Ao término de 10 anos o levantamento obterá informações para 37 bilhões de objetos, como estrelas e galáxias, explorando um volume do espaço sem precedentes.”

blank
Figura 1: Imagem de Novembro de 2018 mostra a cúpula do megatelescópio em fase avançada de construção. Créditos da imagem: LSST.

Membros do LIneA apresentaram seus trabalhos no workshop, como Ricardo Ogando, Felipe Andrade-Oliveira, Antonino Troja e Henrique Xavier. Houve também uma sessão especial para discutir uma maior colaboração entre cientistas da América do Sul, tanto em teoria como em experimentos, para aproveitar melhor grandes projetos como o LSST e avançar o desenvolvimento científico local. O evento que ocorreu no auditório do IFT-UNESP, atraiu dezenas de cientistas (Figura 2). Para mais informações, acesse aqui.

blank
Figura 2: Foto oficial do evento no ICTP-SAIFR. Crédito: ICTP-SAIFR

LIneA é um laboratório multiusuário apoiado pelo Observatório Nacional (ON), o Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), e a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), que foi criado com a finalidade de dar suporte à participação brasileira em levantamentos astronômicos gerando grandes volumes de dados. O INCT do e-Universo também apoia brasileiros participantes de grandes levantamentos astronômicos, incluindo o LSST.

Comentários estão fechados.