Atividades de brasileiros participantes do LSST são avaliadas

03 de outubro de 2018 | LIneA

O Grupo de Participação Brasileiro (BPG) no projeto Large Synoptic Survey Telescope (LSST) foi criado com o objetivo de preparar pesquisadores brasileiros para lidar com a grande quantidade de dados que ficará disponível a partir de 2022. Em apenas um ano de observações o projeto irá gerar mais de 40 vezes o volume de dados obtido pelo levantamento Dark Energy Survey (DES), seu antecessor.

Para enfrentar estes desafios o BPG foi criado de tal forma que seus membros se comprometem a usar o seu tempo para entre outras coisas detalhar os códigos de análise a serem usados, trabalhar com a equipe de TI do LIneA para integração desses códigos no portal científico sendo desenvolvido e, ajudar na criação de uma infraestrutura computacional adequada para a eficiente exploração científica dos dados a serem disponibilizados a partir de 2020, fase em que o telescópio será comissionado.

Para assegurar que o trabalho seja realizado, foi acordado que a comissão de seleção de participantes do BPG continuará a acompanhar o cumprimento das metas propostas por cada grupo em seus planos de trabalho, fazendo avaliações periódicas. A avaliação feita recentemente, aconteceu em duas etapas. A primeira consistiu de uma reunião pública realizada em 29/11/2017 com participação de todos os membros do BPG. Na ocasião as atividades e o progresso de cada equipe foram apresentadas por cada investigador principal (PI). A segunda etapa consistiu na realização de um levantamento preenchido pelos PIs e demais participantes de cada grupo, de entrevistas dos PIs pelos membros do comitê de seleção que preparou e enviou um relatório para cada grupo incluindo comentários, recomendações e solicitações.

Uma importante decisão da comissão foi a de solicitar a entrega de um cronograma para 2019 que incluísse uma lista de entregáveis a cada três meses para garantir uma cadência de trabalho adequada tendo em vista a proximidade do início de pré levantamentos durante o período de comissionamento e verificação científica. O mesmo procedimento será requisitado para aqueles que se juntarem ao BPG a partir da segunda chamada que terminou dia 30 de setembro.

O grupo de participantes do BPG-LSST é apoiado pelo Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do e-Universo (INCT do e-Universo). O LIneA é apoiado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação, e Comunicações; Fundação Carlos Chagas de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro; Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; e Financiadora de Estudos e Projetos.

blank
Figura 1 – Estrutura que abrigará o telescópio de 8,4 metros e oficinas do LSST. Crédito da imagem: LSST.

Comentários estão fechados.