Afiliados ao LIneA participam de conferência sobre núcleos ativos de galáxias

14 de agosto de 2018 | LIneA

Entre 30 de julho e 03 de agosto foi realizada a conferência internacional intitulada Are AGN Special (São os AGN especiais?). A sigla AGN vem do inglês Active Galactic Nuclei, que pode ser traduzida para Núcleos Ativos de Galáxias. A conferência ocorreu na Universidade de Durham (Inglaterra) e teve como objetivo discutir a dependência da ocorrência do fenômeno AGN como uma função do ambiente onde as galáxias estão inseridas, bem como o impacto destes nas galáxias que os hospedam e sua importância para a evolução de galáxias.

A conferência reuniu astrofísicos teóricos e observacionais interessados em diferentes aspectos físicos relacionados aos AGN (ver foto de grupo na Figura 1). Os afiliados do LIneA Thaisa Storchi-Bergmann, Rogemar A. Riffel e Rogério Riffel participaram da conferência, apresentando trabalhos realizados pelo grupo utilizando observações do levantamento de dados do projeto Mapping Nearby Galaxies at Apache Point Observatory (MaNGA). Os trabalhos apresentados são associados a estudos realizados por estudantes de pós-graduação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e contam com a participação de diversos pesquisadores do LIneA. As apresentações abordam a detecção de ventos provenientes de núcleos de galáxias, os mecanismos de alimentação de buracos negros supermassivos, responsáveis pela energia emitida pelos AGN, e o mapeamento das idades das populações estelares presentes nas galáxias que hospedam AGN (ver publicação), o qual indica que estrelas mais jovens são observadas em núcleos mais luminosos.

As discussões realizadas na conferência evidenciaram aspectos especiais associados à natureza dos AGNs e sua importância para o entendimento da evolução de galáxias e do Universo e apontaram direções para futuros trabalhos na área, com particular importância para o uso de grandes levantamentos de dados para a construção de amostras de galáxias representativas das populações de objetos que abrigam AGNs.

blank
Figura 1 – Foto em grupo dos participantes da conferência. Crédito da imagem: http://astro.dur.ac.uk/Are_AGN_Special/index2.php

Comentários estão fechados.