LSST: de idéia a realidade

26 de março de 2018 | LIneA

Com o início de operação do Large Synoptic Survey Telescope (LSST) rapidamente se aproximando, o número de reuniões e a intensidade das discussões aumentam e exigem uma transição entre idéias, conceitos e protótipos para sistemas integrados devidamente verificados, validados e documentados. Tudo isso não só em preparação para o período de comissionamento, mas como para a fase de operação regular.

Esta foi a tônica da reunião System Engineering/Data Management Joint Subsystem Meeting realizada entre os dias 5 a 9 de Março em Caltech, Pasadena, com a participação de mais 80 engenheiros, programadores, físicos e astrônomos envolvidos no projeto LSST, tendo o coordenador do LIneA/INCT do e-Universo como convidado (foto de participantes na Figura 1).

Durante a reunião o status dos vários subsistemas de hardware e software foram revistos, discutiram-se problemas e interdependências que podem impactar no andamento do projeto além de definir a lista de artigos que devem ser preparados para descrever estes subsistemas, as atividades a serem desenvolvidas durante o período de comissionamento, enfatizando a importância de comunicação entre membros desta enorme colaboração.

Particularmente interessante foi o esforço feito de simular o que deve acontecer durante o comissionamento do instrumental emulando o que deve acontecer na sala de observação, localizada na base em La Serena, no NCSA e em Tucson para verificar e validar os dados obtidos. Como mostra a Figura 2, grupos foram distribuídos pela sala e as atividades em diferentes horários durante um período de 24 horas foram marcadas em um quadro, definindo com clareza o papel de cada grupo e desta forma explorando as diferentes interfaces. Na ocasião também foi discutido uma possível colaboração do grupo do LIneA.

É importante salientar que o telescópio auxiliar está sendo despachado para o Chile e deve iniciar sua operação até o final de 2018. O comissionamento do telescópio de 8 metros com uma câmera de teste acontecerá em 2020, seguido mais tarde do comissionamento da câmera de 3.2 gigapixels em 2022. Este planejamento e treinamento é fundamental para o sucesso do projeto.

blank
Figura 1 – Foto dos participantes da reunião (Crédito: IPAC).
blank
Figura 2 – Simulação das atividades dos diferentes grupos durante o período de comissionamento. Na foto da esquerda o grupo de La Serena enquanto na foto da direita os grupos de Tucson e ao fundo o grupo do NCSA. Ao fim da simulação as notas afixadas foram fotografadas e formaram a base para o desenvolvimento da documentação ou da lista de itens do processo de comissionamento (Crédito: Luiz da Costa).

Comentários estão fechados.