DECam entregue para a comunidade internacional

28 de fevereiro de 2013 | LIneA

 

Na noite de 22 de Fevereiro terminou o período de testes e verificação científica da maior câmera já construída para a Astronomia, a Dark Energy Camera (DECam). A câmera foi entregue oficialmente em cerimônia realizada no Cerro-Tololo Interamericam Observatory (CTIO) em Novembro de 2012 com a participação de representantes do Departamento de Energia (DOE) do governo americano, do Diretor de NOAO, da Diretora do CTIO, membros do CTIO e de representantes dos governos, universidades e laboratórios que participam do projeto Dark Energy Survey (DES) (ver Figura 1). O Ministro da Ciência Tecnologia e Inovação, Marco Antônio Raupp, foi representado pelo coordenador do Laboratório Interinstitucional de e-Astronomia (LIneA) e representante brasileiro no Comitê de Gestão do projeto DES, Luiz Nicolaci da Costa.

blank
Figura 1 – Cerimônia junto ao Observatório do Cerro Tololo para entrega oficial da DECam.
blank
Figura 2 – Simulador de telescópio desenvolvido pelo FERMILAB para teste da DECam.

O desempenho da DECam tem sido extraordinário, superando as expectativas, demonstrando o valor do investimento feito pela colaboração na construção do simulador de telescópio pelo Fermilab (ver Figura 2), onde todo o hardware e software de controle foi exaustivamente testado. A câmera agora já foi liberada para uso da comunidade e os dados coletados durante o período de testes de Outubro de 2012 a Fevereiro de 2013 estão sendo analisados por um grande número de pesquisadores da colaboração DES e serão apresentados na reunião da colaboração a ser realizada em Abril de 2013, em Berkeley, EUA.

O LIneA teve uma participação proativa em toda operação de verificação da DECam, com a ida ao CTIO de três de seus membros para testes e validação do sistema Quick Reduce (QR), usado na avaliação da qualidade das imagens. O time de TI do LIneA participou ainda das observações realizadas no período de verificação científica e deu suporte remoto à operação do QR para outros observadores. O sistema QR, um dos produtos entregue à colaboração como parte da contribuição da equipe brasileira ao DES, seguiu o cronograma do projeto e tem funcionado de acordo com as especificações. O QR reduziu, até agora, mais de 12,000 exposições da câmera. O Diretor do DES deu o aceite ao projeto e pediu ao time do LIneA para estender o desenvolvimento feito para cobrir os testes de aceitação dos produtos científicos sendo gerados pelo Laboratório Nacional de Computação dos EUA (NCSA).

blank
Figura 3 – Imagem de uma das várias telas disponíveis no pipeline Quick Reduce. A tela mostra variação do seeing (tamanho da imagem estelar) em função do tempo para os diferentes filtros sendo usados no levantamento.

 

Comentários estão fechados.