Astrosoft

19 de novembro de 2010 | LIneA

O objetivo do projeto Astrosoft é desenvolver uma infra-estrutura de hardware e software necessária para gerenciar e explorar os dados provenientes de grandes levantamentos como o DES e o SDSS-III. Levantamentos deste porte requerem grande capacidade para a  transferência, armazenamento e processamento de dados. A disponibilidade do sistema Astrosoft permitirá não apenas a participação brasileira nos levantamento DES e SDSS-III, mas alavancará a participação de toda a comunidade brasileira em outros levantamentos, seja de forma direta ou indireta, explorando cientificamente os dados acumulados por estes levantamentos na medida em que estes se tornem públicos. Dados disponíveis nos grandes observatórios mundiais continuam crescendo exponencialmente. A habilidade de explorar esses dados e extrair ciência com eficiência representa o grande desafio da astronomia moderna e é o principal objetivo do projeto AstroSoft. Isto faz o projeto ser abrangente e requer novas tecnologias, entre as quais: a) Clusters e grades de computadores, para processar a alta taxa de dados dos novos experimentos, gerando diariamente terabytes de dados; b) Redes de alta velocidade; c) Tecnologia para o armazenamento seguro de grandes volumes de dados (da ordem de petabytes) permitindo ao mesmo tempo o rápido acesso a arquivos individuais; d) Sistemas de alto desempenho para o processamento de imagens; e) Sistemas de redução e análise integrados com banco de dados de apoio que permitam o processamento não supervisionado destes dados, sendo capaz de certificar a qualidade dos produtos científicos gerados automaticamente pelo sistema; f) Técnicas sendo desenvolvidas pela comunidade astronômica internacional estabelecendo a interoperabilidade entre os diversos centros de dados e um framework para a inclusão de aplicativos astronômicos de grande utilização. O projeto AstroSoft é portanto um exemplo concreto de e-ciência.

Comentários estão fechados.