Home INCT INCT

MARVELS

O Multi-object APO Radial Velocity Exoplanet Large-area Survey  (MARVELS) realizou o monitoramento das velocidades radiais de cerca de 11.000 estrelas brilhantes. A técnica de se buscar por variações induzidas nas velocidades radiais de estrelas é, até o presente, a mais bem sucedida forma de detectar a presença de planetas extra-solares orbitando em torno delas. A amostra do MARVELS faz deste o maior projeto de busca por planetas extra-solares realizado a partir do solo e foi selecionada de forma a complementar os outros levantamentos em andamento ou planejados para o futuro. Os principais objetivos científicos deste projeto são:

MARVELS
MARVELS

Detectar cerca de 150-200 planetas gigantes gasosos com massas entre 0,5 e 10,0 massas de Júpiter e períodos orbitais que variam entre algumas horas e dois anos.

Fornecer uma amostra adequada para testar os mais recentes modelos de formação, migração e evolução planetária.

Investigar a preponderância de planetas em órbitas de altas excentricidades.

Gerar uma amostra de estrelas com planetas apropriada para a futura detecção de outros componentes com altos períodos orbitais e/ou menores massas.

Estudar a frequência de planetas em função de diversas propriedades estelares (metalicidade, massa, multiplicidade, idade, estágio evolutivo, níveis de atividade e velocidade de rotação).

Entender melhor a relação entre as densidades dos planetas e as propriedades de suas estrelas através dos sistemas que apresentam trânsito.

Encontrar companheiros raros como, por exemplo, planetas em órbitas de excentricidades muito elevadas ou objetos no chamado “deserto das anãs marrons”.

O BPG participou ativamente do projeto MARVELS, realizando a caracterização das estrelas através de análises espectroscópicas. Um conhecimento detalhado das propriedades estelares precisas são cruciais para o cumprimento dos objetivos científicos acima listados. Por exemplo, estas propriedades são utilizadas no cálculo das massas dos objetos detectados ao redor das estrelas, permitindo a distinção entre planetas, anãs marrons e binárias. Além de servirem como um ponto de partida para o estudo dos planetas extra-solares, estes dados também podem ser aplicados em um contexto mais amplo. Em um esforço liderado pelo BPG, fez-se a determinação de parâmetros atmosféricos (temperatura, metalicidade e gravidade superficial) para um conjunto de estrelas do MARVELS que foram calibradas com as determinações realizadas com dados externos (observações com espectrógrafo FEROS do European Southern Observatory). Mas detalhes deste estudo podem ser obtidos no link.