Home

O que é o LIneA

É um laboratório interinstitucional apoiado pelo Observatório Nacional (ON), o Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), e a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), que foi criado com a finalidade de dar suporte à participação brasileira em levantamentos astronômicos gerando grandes volumes de dados. Para alcançar os objetivos científicos destes projetos, o LIneA gerencia toda uma infraestrutura de armazenamento, processamento, análise e distribuição de dados astronômicos e desenvolve tecnologia para lidar com os desafios de projetos envolvendo Big Data. Participam do LIneA pesquisadores e técnicos dos institutos do MCTI mencionados acima, além de professores de universidades.

Missão

  • Dar apoio logístico e financeiro para a participação de cientistas e estudantes em grandes projetos internacionais.
  • Implantar e manter um Centro de Dados Astronômico para facilitar a exploração científica dos dados provenientes destes experimentos bem como de outras fontes que possam complementar estes dados.
  • Desenvolver e manter um portal científico para a validação e mineração de dados e para conduzir de forma eficiente a análise científica destes grandes acervos.
  • Ajudar na formação de jovens pesquisadores e na sua preparação para atuar pró-ativamente em grandes colaborações internacionais.
  • Ajudar na formação de tecnologistas para lidar com projetos de Big Data.
  • Contribuir na divulgação dos resultados de pesquisa para o grande público.

Projetos Apoiados


Dark Energy Spectroscopic Instrument

O Dark Energy Spectroscopic Instrument (DESI) é um levantamento dedicado a observações espectroscópicas de dezenas de milhões de objetos para o estudo da energia escura. As observações serão feitas durante cinco anos com o telescópio Mayall de 4m do Kitt Peak National Observatory (ver Figura 1) e devem iniciar em 2019....


Dark Energy Survey

O levantamento Dark Energy Survey (DES) tem por objetivo estudar a natureza da energia escura, uma componente descoberta recentemente, que representa da ordem de 70% do conteúdo do Universo, sendo esta energia a suposta responsável pela aceleração de sua expansão. O projeto procura determinar a abundância da energia escura e...


INCT do e-Universo

O Laboratório Interinstitucional de e-Astronomia (LIneA) surgiu em 2010 com a missão de estimular e coordenar a participação de pesquisadores brasileiros em grandes mapeamentos do Universo, realizados por consórcios internacionais, visando estudos em Astrofísica e Cosmologia. Assim como fez junto à colaboração do DES-Brazil, pelo qual pesquisadores (mais pós-docs e...


Large Synoptic Survey Telescope

O Large Synoptic Survey Telescope (LSST) é um telescópio sendo construído em Cerro Pachón no Chile. Previsto para entrar em operação no início da próxima década, o LSST irá mapear em seis bandas, quase a metade do céu por um período de 10 anos.  O telescópio com um diâmetro de 8,4 metros...


Sloan Digital Sky Survey – III

O projeto Sloan Digital Sky Survey – III (SDSS-III) é uma colaboração internacional, que produziu vários levantamentos espectroscópicos de extensas regiões do céu, criando amostras estatísticas sem precedentes para estudos em diferentes áreas. As observações se encerraram em 2014, mas análises científicas ainda continuam sendo feitas.  Quatro grandes temas são...


Sloan Digital Sky Survey – IV

O projeto Sloan Digital Sky Survey – IV (SDSS-IV) é continuação do trabalho feito no SDSS-III. Em particular, dois dos levantamentos (eBOSS e APOGEE-2) são extensões naturais de levantamentos realizados no SDSS-III. O projeto inclui ainda, um novo levantamento (MaNGA) de 10.000 galáxias próximas utilizando pacotes de fibra óptica que...


Transneptunian Occultation Network

Objetos transnetunianos (TNOs) constituem uma população de pequenos corpos planetários situados além da órbita de Netuno, ou seja, estão afastados do Sol mais de 30 vezes a distância que separa a Terra do Sol (cerca de 150 milhões de quilômetros). Isto faz com que tais objetos tenham sofrido poucas alterações...

Galeria

Webinars

+ mais webinars
02/08 - 11:00am BRT - Katrin Heitmann (Argonne National Laboratory)
Exploring the Dark Universe
Assistir Webinar

Notícias

+ mais notícias

16 de julho de 2018

Simulando observações com o espectrógrafo do projeto DESI

Uma característica dos grandes levantamentos astronômicos modernos é a complexidade dos mesmos que envolve a modernização de telescópios pré-existentes a exemplo do Dark Energy Survey ( DES) e o Dark Energy Spectroscopic Instrument ( DESI) ou a construção de novos, como para o Sloan Digital Sky Survey ( SDSS) e o Large Synoptic Survey Telescope ( LSST), desenvolvimento de complexa instrumentação e sistemas de software envolvendo especialistas e fornecedores em diferentes instituições e países. Isto apresenta um grande desafio de gestão para evitar atrasos e desperdício de recursos financeiros e humanos. Em particular, uma fase crítica é a da integração de diferentes componentes, sejam de hardware ou software. Seguindo o cronograma estabelecido...

13 de julho de 2018

O guia da mochileira das galáxias

No dia 06/07/2018 a estudante Andresa Campos, membro do LIneA e do DES-Brazil, defendeu no Instituto de Física Teórica da UNESP sua dissertação de mestrado intitulada The Hitchikers Guide to the Galaxy Clustering and Weak Lensing Combined Analysis: A Review of the Dark Energy Survey Year-1 Results (ver Figura 1). A banca foi composta de Rogerio Rosenfeld (orientador), Raul Abramo e Marcos Lima. Andresa contribuiu para a análise principal do Dark Energy Survey (DES) que combina medidas do grau de aglomeração de galáxias e de efeitos de lenteamento gravitacional fraco para obter vínculos em parâmetros cosmológicos. Ela foi responsável por análises numéricas usando técnicas denominadas de Markov Chain...

12 de julho de 2018

Análise da estrutura em grande escala do Universo é tema de defesa de mestrado na Unicamp

A análise estatística da distribuição de galáxias em grande escala é uma das maneiras de se vincular parâmetros cosmológicos, usando por exemplo as Oscilação Acústica de Bárions. Efeitos destas oscilações estão presentes no espectro de potência extraído de catálogos astronômicos que é uma poderosa ferramenta para estudar a história do Universo ao longo de bilhões de anos. Anderson Luiz Brandão de Souza, que defendeu sua dissertação de mestrado no dia 29/06 pelo Instituto de Física Gleb Wataghin da Unicamp, conseguiu recuperar com sucesso a medida de parâmetros cosmológicos de um catálogo simulado da colaboração Dark Energy Survey (DES). A análise foi feita em três etapas...

22 de junho de 2018

Encontro da Colaboração Dark Energy Survey

A colaboração Dark Energy Survey (DES) realiza encontros duas vezes por ano para apresentar um panorama geral das atividades científicas, discutindo os resultados mais importantes obtidos no semestre e colocando as pessoas em contato para trabalhos a serem desenvolvidos. O vigésimo oitavo encontro ocorreu na Universidade de Texas A&M, em College Station, EUA, de 14 a 18 de maio de 2018. Em fevereiro de 2018 terminou oficialmente o tempo de 5 anos de observações do levantamento. No entanto,o período de observação da Dark Energy Camera foi estendido por mais 6 meses (de setembro de 2018 até o início de 2019). Assim poderemos terminar as...

08 de junho de 2018

Revelando objetos distantes do halo da Via Láctea

Aglomerados estelares são comuns em nossa e em outras galáxias. Na Via Láctea, os aglomerados mais velhos habitam o halo e, assim como galáxias anãs, são resquício do processo da sua formação. O halo, por ser um componente muito extenso de nossa galáxia, estendendo-se por muitas centenas de milhares de anos-luz em todas as direções, ainda é relativamente pouco explorado. Levantamentos fotométricos profundos como o Dark Energy Survey ( DES) vêm aos poucos revelando mais informações sobre a estrutura e o conteúdo estelar do halo. Mais um passo nesse sentido foi dado em estudo feito pelo doutorando Elmer Luque (UFRGS) e outros afiliados...

30 de maio de 2018

Afiliados ao LIneA publicam trabalho sobre o Portal Científico

Entre as belas imagens astronômicas e as descobertas científicas existe muito trabalho. Primeiro, as fontes luminosas na imagem precisam ser catalogadas, quando são medidas a posição, brilho, e forma desses objetos. Elementos estranhos, como raios cósmicos que “rasgam” os pixels da imagem, precisam ser removidos. A região do céu coberta pelo catálogo precisa ser definida para que saibamos a área do levantamento e assim estimar a densidade dessas fontes – o número de objetos dividido pela área. De posse do catálogo, novas medidas podem ser feitas, como a classificação de estrelas e galáxias, ou a determinação de distâncias através de...

21 de maio de 2018

CEFET oferece cursos em Ciência de Dados

Na era de Big Data, saber analisar a grande avalanche de dados disponível hoje em dia e extrair informações relevantes é fundamental para a formação do cientista de dados. Duas áreas se destacam: Aprendizado de máquina e Mineração de Dados. O Aprendizado de máquina nos permite encontrar padrões nos dados, ajustar modelos, e fazer previsões. A mineração de dados aplica técnicas para reorganizar os dados, por exemplo, realizando classificações e agrupamentos, facilitando a extração da informação. O Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação do CEFET (link) vai oferecer cursos cobrindo essas duas áreas. Aprendizado de Máquina Professor responsável: Eduardo Bezerra (http://eic.cefet-rj.br/~ebezerra) Ementa...

09 de maio de 2018

Alunos do ensino médio aprendem cosmologia. Assistam!

Alunos do Ensino Médio aprenderam um pouco mais sobre o universo no curso “A Física do Universo: Cosmologia” dado na sede do South American Institute for Fundamental Research(ICTP-SAIFR), em São Paulo. O curso de 4 aulas foi ministrado por Rogerio Rosenfeld aos Sábados (de 7 a 28/04) e contou com mais de 130 participantes. Foram abordados tópicos como medidas de distâncias no Universo, a expansão do Universo, e matéria escura e energia escura, dois dos maiores mistérios da física atual. Se você perdeu a chance de assistir às aulas presencialmente, tem a oportunidade de assistir a qualquer momento, pois todo o...

02 de maio de 2018

LIneA promove série de webinars sobre o levantamento Pioneering Panoptic Spectroscopy (SDSS-V)

Dando sequência ao sucesso das quatro fases do levantamento Sloan Digital Sky Survey (SDSS), foi aprovado pela Fundação Sloan e está sendo organizado a 5a versão – o SDSS-V (Pioneering Panoptic Spectroscopy) – que consiste de três projetos: O Mapeador da Via Láctea que terá como alvo mais de 6 milhões de estrelas em toda a Via Láctea, coletando espectros na faixa do infravermelho com o espectrógrafo APOGEE a fim de compreender a formação da Via Láctea e o entendimento da física de suas estrelas e do meio interestelar. O Mapeador de Buracos Negros que observará 400.000 fontes, principalmente hospedeiras de buracos negros, utilizando o espectrógrafo óptico BOSS,...