Home

O que é o LIneA

É um laboratório interinstitucional apoiado pelo Observatório Nacional (ON), o Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), e a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), que foi criado com a finalidade de dar suporte à participação brasileira em levantamentos astronômicos gerando grandes volumes de dados. Para alcançar os objetivos científicos destes projetos, o LIneA gerencia toda uma infraestrutura de armazenamento, processamento, análise e distribuição de dados astronômicos e desenvolve tecnologia para lidar com os desafios de projetos envolvendo Big Data. Participam do LIneA pesquisadores e técnicos dos institutos do MCTI mencionados acima, além de professores de universidades.

Missão

  • Dar apoio logístico e financeiro para a participação de cientistas e estudantes em grandes projetos internacionais.
  • Implantar e manter um Centro de Dados Astronômico para facilitar a exploração científica dos dados provenientes destes experimentos bem como de outras fontes que possam complementar estes dados.
  • Desenvolver e manter um portal científico para a validação e mineração de dados e para conduzir de forma eficiente a análise científica destes grandes acervos.
  • Ajudar na formação de jovens pesquisadores e na sua preparação para atuar pró-ativamente em grandes colaborações internacionais.
  • Ajudar na formação de tecnologistas para lidar com projetos de Big Data.
  • Contribuir na divulgação dos resultados de pesquisa para o grande público.

Projetos Apoiados


Dark Energy Spectroscopic Instrument

O Dark Energy Spectroscopic Instrument (DESI) é um levantamento dedicado a observações espectroscópicas de dezenas de milhões de objetos para o estudo da energia escura. As observações serão feitas durante cinco anos com o telescópio Mayall de 4m do Kitt Peak National Observatory (ver Figura 1) e devem iniciar em 2019....


Dark Energy Survey

O levantamento Dark Energy Survey (DES) tem por objetivo estudar a natureza da energia escura, uma componente descoberta recentemente, que representa da ordem de 70% do conteúdo do Universo, sendo esta energia a suposta responsável pela aceleração de sua expansão. O projeto procura determinar a abundância da energia escura e...


INCT do e-Universo

O Laboratório Interinstitucional de e-Astronomia (LIneA) surgiu em 2010 com a missão de estimular e coordenar a participação de pesquisadores brasileiros em grandes mapeamentos do Universo, realizados por consórcios internacionais, visando estudos em Astrofísica e Cosmologia. Assim como fez junto à colaboração do DES-Brazil, pelo qual pesquisadores (mais pós-docs e...


Large Synoptic Survey Telescope

O Large Synoptic Survey Telescope (LSST) é um telescópio sendo construído em Cerro Pachón no Chile. Previsto para entrar em operação no início da próxima década, o LSST irá mapear em seis bandas, quase a metade do céu por um período de 10 anos.  O telescópio com um diâmetro de 8,4 metros...


Sloan Digital Sky Survey – III

O projeto Sloan Digital Sky Survey – III (SDSS-III) é uma colaboração internacional, que produziu vários levantamentos espectroscópicos de extensas regiões do céu, criando amostras estatísticas sem precedentes para estudos em diferentes áreas. As observações se encerraram em 2014, mas análises científicas ainda continuam sendo feitas.  Quatro grandes temas são...


Sloan Digital Sky Survey – IV

O projeto Sloan Digital Sky Survey – IV (SDSS-IV) é continuação do trabalho feito no SDSS-III. Em particular, dois dos levantamentos (eBOSS e APOGEE-2) são extensões naturais de levantamentos realizados no SDSS-III. O projeto inclui ainda, um novo levantamento (MaNGA) de 10.000 galáxias próximas utilizando pacotes de fibra óptica que...


Transneptunian Occultation Network

Objetos transnetunianos (TNOs) constituem uma população de pequenos corpos planetários situados além da órbita de Netuno, ou seja, estão afastados do Sol mais de 30 vezes a distância que separa a Terra do Sol (cerca de 150 milhões de quilômetros). Isto faz com que tais objetos tenham sofrido poucas alterações...

Galeria

Webinars

+ mais webinars
25/09 - 01:30pm BRT - William O\'Mullane (LSST)
LSST Data Management Overview and Status
Assistir Webinar

Notícias

+ mais notícias

21 de setembro de 2018

Encontro reúne 300 participantes do maior levantamento astronômico da próxima década

Na semana de 13 a 17 de Agosto de 2018 aconteceu em Tucson, Arizona, EUA, o LSST Project and Community Workshop 2018, o encontro anual do levantamento astronômico Large Synoptic Survey Telescope (LSST). A reunião, com mais de 300 participantes (ver foto de grupo na Figura 1), foi uma combinação de dezenas de apresentações plenárias, e mais de cinquenta sessões paralelas cobrindo diferentes aspectos do projeto LSST que consiste: 1) da construção de um telescópio 8 metros em Cerro-Pachon, Chile (Figura 2); 2) da maior câmera astronômica já construída (3.200 Mpixels), correspondendo a mais de 450 câmeras daquela disponível no iPhone 8 (ver Figura 3),...

20 de setembro de 2018

Encontro de educação, tecnologia e inovação discute seu impacto na América Latina

Educação, tecnologia, e inovação são temas centrais para o desenvolvimento de um país. Com a era dos grandes levantamentos em astronomia, como Dark Energy Survey (DES) e Large Synoptic Survey Telescope (LSST), a ciência básica se alia à alta tecnologia para transporte, armazenamento, processamento, e análise dos dados – a chamada ciberinfraestrutura de e-ciência. De 3 a 5 de Setembro, vários membros da comunidade de e-ciência, principalmente latino-americana, se reuniram em Cartagena, Colômbia para participar do TICAL 2018 e o 2º Encuentro Latinoamericano de e-Ciencia. O evento contou com palestras, como por exemplo, a de Martin Hilbert, da Universidade da Califórnia, sobre o impacto da inteligência...

13 de setembro de 2018

Câmera que monitora meteoros instalada no Museu de Astronomia registra o incêndio no Museu Nacional

Uma câmera para monitoramento de meteoros, popularmente conhecidos como estrelas cadentes, registrou o lamentável incêndio do Museu Nacional na Quinta da Boa Vista na noite de domingo (02/SET). Essa câmera possui uma ótica do tipo olho de peixe, ou seja, registra a imagem de todo o céu visível a partir de sua localização, e foi instalada pelo Observatório Nacional em janeiro de 2016 no alto do prédio histórico (Fig. 1) onde funciona hoje o Museu de Astronomia e Ciências Afins ( MAST) no Bairro de São Cristóvão no Rio de Janeiro. A câmera faz parte do projeto FRIPON (Fireball Recovery and Interplanetary Observational Network) ( veja um vídeo...

12 de setembro de 2018

Buracos negros vorazes

O núcleo de uma galáxia fica ativo (AGN – Active Galactic Nuclei) quando o buraco supermassivo (SMBH – Supermassive Black Holes) em seu centro é alimentado por gás (Figura 1). Os SMBH parecem desempenhar um importante papel na evolução das galáxias que os hospedam. Isso ocorre como resultado do processo de retroalimentação (feedback) do AGN, incluindo a emissão de radiação, ejeções de gás (outflows) e jatos de partículas relativísticas. A geração de grandes regiões de gás quente e fotoionizado pelo AGN, bem como os outflows, afetam a evolução da galáxia ao longo do tempo, extinguindo sua formação estelar. No entanto, a quantificação desses efeitos físicos...

11 de setembro de 2018

Astrofísica na mesa de bar

Planetas, estrelas, galáxias e buracos negros foram os temas de uma conversa descontraída em um bar de Santa Maria na quinta-feira 30/08. O evento Dose de Ciência (Figura 1) realizado pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) é inspirado no Pint of Science e tem como objetivo aproximar cientistas e o público em geral para conversar de maneira descontraída sobre a ciência desenvolvida nas mais diversas áreas. O Dose de Ciência teve início no dia 30 de agosto e acontecerá sempre na última quinta-feira de cada mês no ambiente da cervejaria Vaca Profana. A primeira atividade do evento foi conduzida pelo Dr. Rogemar A. Riffel, professor da...

24 de agosto de 2018

Núcleos ativos e o rejuvenescimento do conteúdo estelar

Núcleos ativos de galáxias (AGN – Active Galactic Nuclei) são regiões não resolvidas espacialmente que habitam o centro das galáxias. Esse núcleos ativos emitem quantidades exorbitantes de energia luminosa, comparáveis à emissão total das galáxias hospedeiras. Essa luminosidade tem origem distinta da fusão nuclear, como acontece no interior das estrelas. Acredita-se que a produção dessa energia se deva à acreção de matéria a um buraco negro supermassivo. Uma frente de estudos do cenário evolutivo de galáxias atual se concentra nos efeitos dos AGN no consumo de gás e na produção estelar. A dissertação de mestrado de Nícolas Dullius Mallmann, da Universidade...

21 de agosto de 2018

Telescópio SOAR observa sombras de mundos distantes

Uma câmera capaz de fazer imagens rápidas do céu está instalada no telescópio SOAR. Ela possui a capacidade de fazer mais de 10 imagens por segundo, o que a torna um poderoso recurso para registro detalhado de eventos astronômicos de curta duração. A motivação para a instalação desta câmera é efetuar registros de ocultações estelares por pequenos corpos do Sistema Solar, área na qual alguns pesquisadores e estudantes do ON, OV/UFRJ e da UTFPR possuem destacada atuação internacional. O estudo de pequenos corpos do Sistema Solar através de ocultações estelares permite que tamanho e forma desses corpos sejam determinados com precisões...

17 de agosto de 2018

Maratona Científica em Pittsburgh

No período de 16/07/2018 a 01/08/2018, o pós-doutorando do LIneA Michel Aguena participou de uma maratona de eventos científicos realizados na Carnegie Mellon University em Pittsburgh, EUA. Foram três oficinas, uma escola e um encontro de colaboração relacionados aos grandes levantamentos fotométricos Dark Energy Survey (DES) e Large Synoptic Survey Telescope (LSST), cuja participação de brasileiros é apoiada pelo Laboratório Interinstitucional de e-Astronomia (LIneA). Os 5 eventos ao longo destes 16 dias são comentados abaixo: Y3KP workshop (16/07 – 20/07) – O Y3 Key Projects Workshop foi uma oficina do DES para o desenvolvimento de projetos fundamentais para o estudos em cosmologia utilizando-se os dados combinados dos 3 primeiros anos do levantamento. Diversos projetos...

15 de agosto de 2018

South American Workshop on Cosmology in the LSST Era

O primeiro workshop sul-americano de Cosmologia na Era do Large Synotpic Survey Telescope (LSST) ocorrerá no ICTP-South American Institute for Fundamental Research em São Paulo, no campus da UNESP, de 17 a 21/12 desse ano. Ele é co-organizado com o laboratório Interinstitucional de e-Astronomia (LIneA) e tem como organizador principal Rogerio Rosenfeld (IFT-UNESP), vice-coordenador do INCT do e-Universo. O objetivo deste workshop é atrair especialistas de diferentes áreas de cosmologia para discutir desafios recentes relacionados aos resultados encontrados nos vários projetos em andamento, e expectativas para os planejados para o futuro próximo, além de aumentar a visibilidade e a participação da comunidade latino-americana nesse projetos....