Home INCT INCT

O que é o LIneA

É um laboratório multiusuário apoiado pelo Observatório Nacional (ON), o Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), e a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), que foi criado com a finalidade de dar suporte à participação brasileira em levantamentos astronômicos gerando grandes volumes de dados. Para alcançar os objetivos científicos destes projetos, o LIneA gerencia toda uma infraestrutura de armazenamento, processamento, análise e distribuição de dados astronômicos e desenvolve tecnologia para lidar com os desafios de projetos envolvendo Big Data. Participam do LIneA pesquisadores e técnicos dos institutos do MCTI mencionados acima, além de professores de universidades.

Missão

  • Dar apoio logístico e financeiro para a participação de cientistas e estudantes em grandes projetos internacionais.
  • Implantar e manter um Centro de Dados Astronômico para facilitar a exploração científica dos dados provenientes destes experimentos bem como de outras fontes que possam complementar estes dados.
  • Desenvolver e manter um portal científico para a validação e mineração de dados e para conduzir de forma eficiente a análise científica destes grandes acervos.
  • Ajudar na formação de jovens pesquisadores e na sua preparação para atuar pró-ativamente em grandes colaborações internacionais.
  • Ajudar na formação de tecnologistas para lidar com projetos de Big Data.
  • Contribuir na divulgação dos resultados de pesquisa para o grande público.
  • Apoiar o trabalho técnico/científico sendo desenvolvido no INCT do e-Universo.

Projetos Apoiados


Dark Energy Spectroscopic Instrument

O Dark Energy Spectroscopic Instrument (DESI) é um levantamento dedicado a observações espectroscópicas de dezenas de milhões de objetos para o estudo da energia escura. As observações serão feitas durante cinco anos com o telescópio Mayall de 4m do Kitt Peak National Observatory (ver Figura 1) e devem iniciar em 2019....


Dark Energy Survey

O levantamento Dark Energy Survey (DES) tem por objetivo estudar a natureza da energia escura, uma componente descoberta recentemente, que representa da ordem de 70% do conteúdo do Universo, sendo esta energia a suposta responsável pela aceleração de sua expansão. O projeto procura determinar a abundância da energia escura e...


INCT do e-Universo

O Laboratório Interinstitucional de e-Astronomia (LIneA) surgiu em 2010 com a missão de estimular e coordenar a participação de pesquisadores brasileiros em grandes mapeamentos do Universo, realizados por consórcios internacionais, visando estudos em Astrofísica e Cosmologia. Assim como fez junto à colaboração do DES-Brazil, pelo qual pesquisadores (mais pós-docs e...


Large Synoptic Survey Telescope

O Large Synoptic Survey Telescope (LSST) é um telescópio sendo construído em Cerro Pachón no Chile. Previsto para entrar em operação no início da próxima década, o LSST irá mapear em seis bandas, quase a metade do céu por um período de 10 anos.  O telescópio com um diâmetro de 8,4 metros...


Sloan Digital Sky Survey

Sloan Digital Sky Survey – IV O projeto Sloan Digital Sky Survey – IV (SDSS-IV) é continuação do trabalho feito no SDSS-III. Em particular, dois dos levantamentos (eBOSS e APOGEE-2) são extensões naturais de levantamentos realizados no SDSS-III. O projeto inclui ainda, um novo levantamento (MaNGA) de 10.000 galáxias próximas...


Transneptunian Occultation Network

Objetos transnetunianos (TNOs) constituem uma população de pequenos corpos planetários situados além da órbita de Netuno, ou seja, estão afastados do Sol mais de 30 vezes a distância que separa a Terra do Sol (cerca de 150 milhões de quilômetros). Isto faz com que tais objetos tenham sofrido poucas alterações...

Galeria de Imagens

+ mais imagens

Webinars

+ mais webinars
22/11 - 12:00pm BRT - Martin Eriksen (-)
Title: to be Announced
Assistir Webinar

Notícias

+ mais notícias

26 de outubro de 2018

INCT do e-Universo participa da 15a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Na edição da SNCT de 2018, com a temática “Ciência para a Redução das Desigualdades”, afiliados ao Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do e-Universo ( INCT do e-Universo) participaram de diversas atividades. Mencionamos algumas delas a seguir. Atividade no campus do ON/MAST O campus do ON/MAST durante Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) foi palco de exposições e palestras promovidas por várias instituições de pesquisa do Rio de Janeiro. O INCT do e-Universo esteve presente em um estande onde pesquisadores, pós-doutorandos e doutorandos atenderam ao público trazendo informações recentes e curiosidades sobre várias áreas de astronomia (ver Figura 1)....

25 de outubro de 2018

Explorando a natureza da matéria escura com grandes levantamentos

A natureza da matéria escura permanece um dos maiores mistérios da física moderna. O modelo de matéria escura que melhor explica os dados astronômicos observados é o de uma nova partícula neutra (sem carga elétrica), estável (que não se desintegra), não-relativística (que se move com velocidades muito menores que a velocidade da luz) e que interage principalmente gravitacionalmente. Esse é denominado modelo de matéria escura fria e é o mais aceito atualmente. No entanto, resultados de medidas em pequenas escalas no Universo tem desafiado esse paradigma. O desacordo entre observações e simulações de matéria escura fria em pequenas escalas geram...

24 de outubro de 2018

Ondas gravitacionais e evolução de galáxias

Ao pesquisarmos a evolução de galáxias, naturalmente estudamos suas populações estelares e consequentemente o produto final de sua evolução: estrelas anãs brancas, estrelas de nêutrons, buracos negros… Alguns destes objetos em seus estágios finais de evolução podem resultar em eventos catastróficos, liberando grandes quantidades de energia. Em alguns eventos como fusão de estrelas de nêutrons ou de buracos negros, existe a geração de ondas gravitacionais. Estudar o tipo de galáxia que hospeda uma fonte de ondas gravitacionais usando levantamentos fotométricos como o Dark Energy Survey (DES), pode nos ajudar a entender melhor os próximos eventos a serem detectados pelos observatórios de ondas...

22 de outubro de 2018

Planejando um Centro de Suporte para e-Ciência

Cresce em todas as áreas da ciência o reconhecimento da necessidade de se criar infraestruturas que permitam a manipulação e análise de grandes volumes de dados de maneira otimizada. Até agora isto vem sendo feito de forma desarticulada e com pouca interação entre os diversos grupos envolvidos. Isso resulta em longos períodos de aprendizado, sem que as lições aprendidas sejam compartilhadas. Isto afeta tarefas aparentemente básicas, como a compra e manutenção de equipamentos. Se bem planejado, o compartilhamento da infraestrutura física e de serviços de manutenção podem levar à uma significativa redução dos custos, como o desenvolvimento de software, onde...

17 de outubro de 2018

Participantes brasileiros do levantamento LSST realizam maratona de atividades

Como parte do esforço de preparar os pesquisadores que formam o grupo de participação brasileiro no levantamento Large Synoptic Survey Telescope ( LSST) a parceria LIneA e INCT do e-Universo promoveu, entre os dias 24 e 28 de Setembro, a semana BPG-LSST. A semana incluiu várias atividades e teve a presença de William O’Mullane (ver Figura 1), responsável pelo Gerenciamento dos dados, e Ranpal Gil (ver Figura 2), Gerente de comunicações, ambos do projeto LSST, cuja visita teve o apoio financeiro do INCT do e-Universo e do Observatório Nacional.                     Parte da semana foi dedicada para apresentar: 1) o...

08 de outubro de 2018

Reunião anual do INCT do e-Universo

No dia 06/08/2018 foi realizada uma reunião com os membros do INCT do e-Universo com o objetivo de trazer informações e atualizações sobre os diferentes projetos apoiados, a formação de pessoas e as ações deste INCT. A reunião foi transmitida via a web e teve a participação da ordem de 50 membros distribuídos em várias instituições dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul. Na primeira apresentação o coordenador do INCT e do LIneA, Luiz Nicolaci (Observatório Nacional) discorreu sobre a missão e sinergia entre as duas organizações, mostrando o histórico de evolução do laboratório, apresentando informações...

03 de outubro de 2018

Atividades de brasileiros participantes do LSST são avaliadas

O Grupo de Participação Brasileiro (BPG) no projeto Large Synoptic Survey Telescope (LSST) foi criado com o objetivo de preparar pesquisadores brasileiros para lidar com a grande quantidade de dados que ficará disponível a partir de 2022. Em apenas um ano de observações o projeto irá gerar mais de 40 vezes o volume de dados obtido pelo levantamento Dark Energy Survey (DES), seu antecessor. Para enfrentar estes desafios o BPG foi criado de tal forma que seus membros se comprometem a usar o seu tempo para entre outras coisas detalhar os códigos de análise a serem usados, trabalhar com a equipe de TI do LIneA para...

01 de outubro de 2018

Dark Energy Survey libera dados usados em sua primeira análise cosmológica

No início de 2018, o Dark Energy Survey (DES) liberou para o público os dados básicos dos 3 primeiros anos de observação. Estudar a energia escura e a cosmologia do Universo requer estudos mais aprofundados. Essa análise foi apresentada em Agosto desse ano apenas para os dados do primeiro ano do DES. Parte dela se baseia no maior mapa de densidade de matéria do universo já construído até então (Figura 1). Esses dados mais aprofundados estão sendo liberados agora de modo a dar suporte aos artigos publicados e permitir que a comunidade reproduza ou amplie estas análises. Os produtos distribuídos incluem catálogos de galáxias...

27 de setembro de 2018

Astrônomos fazem análise de Big Data usando portal científico desenvolvido no LIneA

Neste século, uma nova forma de se fazer pesquisas astronômicas surgiu como consequência da execução de grandes levantamentos fotométricos, geralmente voltados para o estudo da energia e matéria escuras. Um exemplo destes levantamentos é o Dark Energy Survey (DES). Para análises científicas com estes dados faz-se necessária uma sofisticada logística computacional. Astrônomos brasileiros participantes deste levantamento, apoiados por um time de tecnologistas, desenvolveram uma infraestrutura de processamento e armazenamento de dados para, através de um “Portal Científico”, facilitar análises em diversas áreas da astronomia. O Portal é mantido pelo Laboratório Interinstitucional de e-Astronomia (LIneA), que é uma solução para o tratamento de Big...