Home

O que é o LIneA

É um laboratório interinstitucional apoiado pelo Observatório Nacional (ON), o Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), e a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), que foi criado com a finalidade de dar suporte à participação brasileira em levantamentos astronômicos gerando grandes volumes de dados. Para alcançar os objetivos científicos destes projetos, o LIneA gerencia toda uma infraestrutura de armazenamento, processamento, análise e distribuição de dados astronômicos e desenvolve tecnologia para lidar com os desafios de projetos envolvendo Big Data. Participam do LIneA pesquisadores e técnicos dos institutos do MCTI mencionados acima, além de professores de universidades.

Missão

  • Dar apoio logístico e financeiro para a participação de cientistas e estudantes em grandes projetos internacionais.
  • Implantar e manter um Centro de Dados Astronômico para facilitar a exploração científica dos dados provenientes destes experimentos bem como de outras fontes que possam complementar estes dados.
  • Desenvolver e manter um portal científico para a validação e mineração de dados e para conduzir de forma eficiente a análise científica deste grandes acervos.
  • Ajudar na formação de jovens pesquisadores e na sua preparação para atuar pró-ativamente em grandes colaborações internacionais.
  • Ajudar na formação de tecnologistas para lidar com projetos de Big Data.
  • Contribuir na divulgação dos resultados de pesquisa para o grande público.

Projetos Apoiados


desi_color_134x134

Dark Energy Spectroscopic Instrument

O Dark Energy Spectroscopic Instrument (DESI) é um levantamento dedicado a observações espectroscópicas de dezenas de milhões de objetos para o estudo da energia escura. As observações serão feitas durante cinco anos com o telescópio Mayall de 4m do Kitt Peak National Observatory (ver Figura 1) e devem iniciar em 2019....


DES_color_134x134

Dark Energy Survey

O levantamento Dark Energy Survey (DES) tem por objetivo estudar a natureza da energia escura, uma componente descoberta recentemente, que representa da ordem de 70% do conteúdo do Universo, sendo esta energia a suposta responsável pela aceleração de sua expansão. O projeto procura determinar a abundância da energia escura e...


lsst_color_134x134

Large Synoptic Survey Telescope

O Large Synoptic Survey telescope (LSST) é um telescópio sendo construído em Cerro Pachón no Chile. Previsto para entrar em operação no início da próxima década, o LSST irá mapear em seis bandas, quase a metade do céu por um período de 10 anos.  O telescópio com um diâmetro de 8,4 metros...


sdss3_color_134x134

Sloan Digital Sky Survey – III

O projeto Sloan Digital Sky Survey – III (SDSS-III) é uma colaboração internacional, que produziu vários levantamentos espectroscópicos de extensas regiões do céu, criando amostras estatísticas sem precedentes para estudos em diferentes áreas. As observações se encerraram em 2014, mas análises científicas ainda continuam sendo feitas.  Quatro grandes temas são...


sdss4_color_134x134

Sloan Digital Sky Survey – IV

O projeto Sloan Digital Sky Survey – IV (SDSS-IV) é continuação do trabalho feito no SDSS-III. Em particular, dois dos levantamentos (eBOSS e APOGEE-2) são extensões naturais de levantamentos realizados no SDSS-III. O projeto inclui ainda, um novo levantamento (MaNGA) de 10.000 galáxias próximas utilizando pacotes de fibra óptica que...


ton06

Transneptunian Occultation Network

Objetos transnetunianos (TNOs) constituem uma população de pequenos corpos planetários situados além da órbita de Netuno, ou seja, estão afastados do Sol mais de 30 vezes a distância que separa a Terra do Sol (cerca de 150 milhões de quilômetros). Isto faz com que tais objetos tenham sofrido poucas alterações...

Galeria

Webinars

+ mais webinars
28/07 2pm BRT - Lindsay Bleem (Argonne National Laboratory)
Cluster Cosmology with the South Pole Telescope

Notícias

+ mais notícias

24 de junho de 2016

DesSlac2016_1_100x100

Pesquisadores brasileiros participam do encontro semestral do Dark Energy Survey

O Dark Energy Survey (DES) é uma colaboração internacional com mais de 400 participantes espalhados em 25 instituições em 7 países. Boa parte da colaboração se comunica frequentemente de forma remota, através de teleconferências, mas também é importante ter encontros presenciais, por isso os participantes do DES realizam encontros semestrais em diferentes instituições, tipicamente alternando entre Americas e Europa (em Maio de 2009 o encontro foi no Rio de Janeiro). Durante a semana de 9 a 13 de Maio de 2016 foi realizada em SLAC National Accelerator Laboratory a 21ª reunião da colaboração internacional do projeto DES. Com a participação de...

14 de junho de 2016

data-cube-illustration_100x100

FAPERGS recomenda projeto para estudo de populações estelares em galáxias usando dados do SDSS-IV MaNGA

No dia 03 de julho de 2016 a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (FAPERGS) divulgou o resultado do edital de seleção de propostas para o Programa de Apoio a Núcleos Emergentes/FAPERGS/CNPq. A proposta intitulada “Populações estelares em galáxias ativas e efeitos ambientais”, que conta com o apoio do LIneA, UFRGS e UFSM, foi recomendada com prioridade 1. A classificação final ainda aguarda a homologação do resultado pelo CNPq e a liberação de recursos se dará conforme disponibilidade orçamentária. O projeto tem como objetivo principal o estudo de populações estelares utilizando dados espectroscópicos de...

06 de junho de 2016

pasted_image_100x100

Dissertação de mestrado produz pipeline em preparação para o GAIA

Ainda esse ano, o satélite GAIA iniciará a liberação de dados astrométricos sobre cerca de 1 bilhão estrelas, distribuídas por todo o céu, com precisão sem precedentes. Isto significa um grande impulso para estudos do Sistema Solar através de ocultações estelares, uma técnica que permite uma determinação precisa de tamanhos/formas, a detecção e estudo de atmosferas bastante tênues, a investigação das vizinhanças imediatas do corpo, e até mesmo de aspectos gerais de sua topografia. No entanto, para prevermos ocultações estelares por objetos do Sistema Solar, como os Objetos Transnetunianos (TNOs), precisamos conhecer muito bem a posição de ambos. A Rede de...

apogee2-survey-high_100x100

LIneA dá suporte à operação do APOGEE 2 no Observatório de Las Campanas, Chile

Durante o levantamento SDSS-III, o Apache Point Observatory Galactic Evolution Experiment (APOGEE) usou espectroscopia multi-fibra no infra-vermelho de alta qualidade para penetrar a cortina de poeira interestelar que cobre boa parte do disco e bojo da Via Láctea. Foi o primeiro instrumento desse tipo. Durante sua operação no Observatório de Apache Point (APO), no Novo México, EUA, esse espectrógrafo observou cerca de 100 mil estrelas gigantes vermelhas, explorando regiões da nossa galáxia nunca antes alcançadas de forma tão detalhada. Esses espectros nos permitem medir velocidades radiais precisas (como as estrelas se afastam ou se aproximam de nós, via o efeito...

02 de junho de 2016

coadd_animation_100x100

Levantamento da Energia Escura completou 3 anos de observações

Em Fevereiro o Dark Energy Survey (DES) completou 3 anos de observações, fechando completamente o “tanque de guerra” desenhado por sua área coberta no céu. Nos próximos dois anos de observação, a área que compõe o tanque será observada mais de uma vez a fim de se permitir fazer a soma (também chamada de co-adição) de várias imagens de uma mesma região. Ao se somar imagens de uma mesma região do céu, aumentamos o sinal naquele lugar, nos permitindo ver objetos mais fracos ou distantes e medir com mais precisão o seu brilho (Figura 1). O “canhão” do tanque é...

31 de maio de 2016

sdu_webinar_square_100x100

Mais potente computador da América Latina entra em operação no LNCC

Um dos principais pontos turísticos de Petrópolis é a casa de verão de Santos Dumont, conhecida como “A Encantada”. Ela é pioneira no conceito de casas funcionais, contando com várias inovações. Quase cem anos após a construção da Encantada, o nome de Santos Dumont se associa novamente a outra inovação em Petropólis, o super computador petaflópico. Esse super computador batizado de Santos Dumont realiza até mil trilhões, ou um quatrilhão, de operações matemáticas por segundo. Ele foi instalado no Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC) e faz parte de um Programa Estratégico do MCTI para Computação de Alto Desempenho. Tal...

16 de maio de 2016

linea_logo_100x100

MCTI/CNPq/CAPES/FAPs recomendam INCT do e-Universo

Na manhã de 12/5/2016, o CNPq divulgou o resultado do edital para criação de Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia. O LIneA, ON, RNP, LNCC, CEFET-RJ e Planetário-RJ apoiaram a proposta do “INCT do e-Universo”. Esta proposta de Instituto tem vários objetivos, entre eles: apoiar pesquisadores atuando em grandes levantamentos; fazer a mobilização e agregação de grupos de pesquisa de forma articulada e cooperativa com atuação em redes interinstitucionais; estimular o desenvolvimento de programas de pesquisa científica e tecnológica bem definidos e estruturados que permitam avanços científicos substanciais e desenvolvimento tecnológico inovador; ter forte interação com o sistema produtivo; fazer...

04 de abril de 2016

SkyServer_100x100

Distribuição de dados do levantamento SDSS no Brasil completa seis anos

Por volta de 2008, pesquisadores brasileiros começaram a participar do Sloan Digital Sky Survey (SDSS), um projeto que há mais de 15 anos mapeia o Universo e já está em sua quarta edição – o SDSS-IV. Cada edição do SDSS tem um conunto de instrumentos com diferentes capacidades ligados ao telescópio de 2,5 metros em Apache Point, no Novo México, EUA. Esses instrumentos, em sua maioria espectrógrafos, permitem o estudo de exoplanetas a quasares distantes. O sucesso deste esforço observacional se traduz na publicação de quase 7 mil artigos com a marca SDSS. Esses artigos já foram citados por outros...