Home

O que é o LIneA

É um laboratório interinstitucional apoiado pelo Observatório Nacional (ON), o Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), e a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), que foi criado com a finalidade de dar suporte à participação brasileira em levantamentos astronômicos gerando grandes volumes de dados. Para alcançar os objetivos científicos destes projetos, o LIneA gerencia toda uma infraestrutura de armazenamento, processamento, análise e distribuição de dados astronômicos e desenvolve tecnologia para lidar com os desafios de projetos envolvendo Big Data. Participam do LIneA pesquisadores e técnicos dos institutos do MCTI mencionados acima, além de professores de universidades.

Missão

  • Dar apoio logístico e financeiro para a participação de cientistas e estudantes em grandes projetos internacionais.
  • Implantar e manter um Centro de Dados Astronômico para facilitar a exploração científica dos dados provenientes destes experimentos bem como de outras fontes que possam complementar estes dados.
  • Desenvolver e manter um portal científico para a validação e mineração de dados e para conduzir de forma eficiente a análise científica destes grandes acervos.
  • Ajudar na formação de jovens pesquisadores e na sua preparação para atuar pró-ativamente em grandes colaborações internacionais.
  • Ajudar na formação de tecnologistas para lidar com projetos de Big Data.
  • Contribuir na divulgação dos resultados de pesquisa para o grande público.

Projetos Apoiados


Dark Energy Spectroscopic Instrument

O Dark Energy Spectroscopic Instrument (DESI) é um levantamento dedicado a observações espectroscópicas de dezenas de milhões de objetos para o estudo da energia escura. As observações serão feitas durante cinco anos com o telescópio Mayall de 4m do Kitt Peak National Observatory (ver Figura 1) e devem iniciar em 2019....


Dark Energy Survey

O levantamento Dark Energy Survey (DES) tem por objetivo estudar a natureza da energia escura, uma componente descoberta recentemente, que representa da ordem de 70% do conteúdo do Universo, sendo esta energia a suposta responsável pela aceleração de sua expansão. O projeto procura determinar a abundância da energia escura e...


INCT do e-Universo

O Laboratório Interinstitucional de e-Astronomia (LIneA) surgiu em 2010 com a missão de estimular e coordenar a participação de pesquisadores brasileiros em grandes mapeamentos do Universo, realizados por consórcios internacionais, visando estudos em Astrofísica e Cosmologia. Assim como fez junto à colaboração do DES-Brazil, pelo qual pesquisadores (mais pós-docs e...


Large Synoptic Survey Telescope

O Large Synoptic Survey telescope (LSST) é um telescópio sendo construído em Cerro Pachón no Chile. Previsto para entrar em operação no início da próxima década, o LSST irá mapear em seis bandas, quase a metade do céu por um período de 10 anos.  O telescópio com um diâmetro de 8,4 metros...


Sloan Digital Sky Survey – III

O projeto Sloan Digital Sky Survey – III (SDSS-III) é uma colaboração internacional, que produziu vários levantamentos espectroscópicos de extensas regiões do céu, criando amostras estatísticas sem precedentes para estudos em diferentes áreas. As observações se encerraram em 2014, mas análises científicas ainda continuam sendo feitas.  Quatro grandes temas são...


Sloan Digital Sky Survey – IV

O projeto Sloan Digital Sky Survey – IV (SDSS-IV) é continuação do trabalho feito no SDSS-III. Em particular, dois dos levantamentos (eBOSS e APOGEE-2) são extensões naturais de levantamentos realizados no SDSS-III. O projeto inclui ainda, um novo levantamento (MaNGA) de 10.000 galáxias próximas utilizando pacotes de fibra óptica que...


Transneptunian Occultation Network

Objetos transnetunianos (TNOs) constituem uma população de pequenos corpos planetários situados além da órbita de Netuno, ou seja, estão afastados do Sol mais de 30 vezes a distância que separa a Terra do Sol (cerca de 150 milhões de quilômetros). Isto faz com que tais objetos tenham sofrido poucas alterações...

Galeria

Webinars

+ mais webinars
24/08 - 02:00pm BRT - Julian Bautista ( University of Utah )
Measuring baryon acoustic oscillations at z=2.3 with SDSS DR12 Lyman-alpha forests
Assistir Webinar

Notícias

+ mais notícias

18 de agosto de 2017

Venha se perder no Labirinto das Estrelas!

No dia 23 de Agosto, a Casa da Descoberta (UFF) abre ao público a exposição “Labirinto das Estrelas: Uma viagem no universo da Astronomia”. Inspirada na exposição “Paisagens Cósmicas: Da Terra ao Big Bang” realizada em 2009, a mostra usa painéis com textos, fotografias e esquemas, abordando temas como: estrelas, galáxias, buracos negros, lentes gravitacionais e matéria escura. A mostra contará ainda com palestras, roda de conversa com astrônomos e observação do céu. Além disso, serão realizadas oficinas destinadas especialmente para o público infantil. A entrada é gratuita. “Nosso objetivo é ampliar o acesso da sociedade ao conhecimento científico e tecnológico,...

O lado escuro do universo

Matéria no site “G1” com o título “O lado escuro do universo”. “Responda rápido, de uma maneira geral, do que é feito o universo? Estrelas, planetas, gás, cometas, asteroides e galáxias. Certo?” Veja a notícia na sua íntegra no site G1.

Mapa mais detalhado e vasto da distribuição da matéria escura

Matéria no site de notícias da Unesp com o título “Mapa mais detalhado e vasto da distribuição da matéria escura”. “Um grupo internacional de cientistas, com participação brasileira, apresentou nesta quinta-feira (3) o mais preciso e detalhado mapa da distribuição da matéria escura pelo Universo.” Veja a notícia na sua íntegra no site da Unesp.

Cosmic map reveals a not-so-lumpy Universe

Matéria na “Nature” com o título “Cosmic map reveals a not-so-lumpy Universe”. “Cosmologists have produced the biggest map yet of the Universe’s structure, and found that matter might be spread more evenly than previously thought.” Veja a notícia na sua íntegra no site da Nature.

16 de agosto de 2017

Astrônomos brasileiros ajudam a mapear matéria escura do Universo

Matéria na “Revista Galileu” com o título “Astrônomos brasileiros ajudam a mapear matéria escura do Universo”. “Se nosso Universo fosse uma árvore frondosa, faria sentido dizer que, pela primeira vez, os cientistas conseguiram mapear com certa precisão seus intermináveis e misteriosos galhos de matéria escura, que correspondem a 26% da árvore.” Veja a notícia na sua íntegra no site da Galileu.

14 de agosto de 2017

Astronomia Brasileira

Matéria na “Revista Finep” sobre “Astronomia Brasileira”. “Laboratório nacional busca determinar a natureza da energia escura responsável pela aceleração da expansão do Universo.” Veja a notícia na sua íntegra no site da Finep.

11 de agosto de 2017

Um supertelescópio para desvendar os mistérios do Universo

Matéria na “Revista Rio Pesquisa” sobre “Um supertelescópio para desvendar os mistérios do Universo”. “De uma estrela cadente à expansão universal atribuída à energia escura, todos os movimentos que acontecem no céu do Hemisfério Sul serão registrados por 10 anos.” Veja a notícia na sua íntegra no site da Faperj ou pelo link.

10 de agosto de 2017

Conferência anual da Astronomical Data Analysis Software and Systems (ADASS) será realizada no Chile

Entre os dias 22 e 26 de outubro será realizada pela primeira vez na América Latina a conferência Anual Astronomical Data Analysis Software and Systems (ADASS). A cada ano, o evento tem sede em um local diferente no mundo e desta vez a cidade de Santiago, no Chile, será o destino do 27º fórum destinado a astrônomos, cientistas da computação, engenheiros de software, docentes e estudantes que trabalham em áreas relacionadas a algoritmos, software e sistemas para a aquisição, redução, análise e disseminação de dados astronômicos. Um dos grandes objetivos do encontro, além de falar sobre ciência, é promover a comunicação...

08 de agosto de 2017

Afiliados do LIneA discutem projeto de software na Universidade de Utah

Em maio deste ano, tecnologistas do LIneA e INCT do e-Universo trabalharam em conjunto com pesquisadores do Dark Energy Spectroscopic Instrument (DESI) na Universidade de Utah no desenvolvimento do Quick Look Framework (QLF), uma moderna ferramenta que tem como objetivo coordenar a execução de uma versão simplificada do pipeline de redução de dados, batizada de Quick Look, que será aplicada a cada uma das 30 câmeras dos 10 espectrógrafos do DESI. Esta ferramenta de estudo será uma das principais interfaces entre o sistema de controle do instrumento (Instrument Control System – ICS) e observadores. Os resultados do pipeline serão armazenados num banco de dados e visualizados através de...