Home INCT INCT

O que é o LIneA

É um laboratório multiusuário apoiado pelo Observatório Nacional (ON), o Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), e a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), que foi criado com a finalidade de dar suporte à participação brasileira em levantamentos astronômicos gerando grandes volumes de dados. Para alcançar os objetivos científicos destes projetos, o LIneA gerencia toda uma infraestrutura de armazenamento, processamento, análise e distribuição de dados astronômicos e desenvolve tecnologia para lidar com os desafios de projetos envolvendo Big Data. Participam do LIneA pesquisadores e técnicos dos institutos do MCTI mencionados acima, além de professores de universidades.

Missão

  • Dar apoio logístico e financeiro para a participação de cientistas e estudantes em grandes projetos internacionais.
  • Implantar e manter um Centro de Dados Astronômico para facilitar a exploração científica dos dados provenientes destes experimentos bem como de outras fontes que possam complementar estes dados.
  • Desenvolver e manter um portal científico para a validação e mineração de dados e para conduzir de forma eficiente a análise científica destes grandes acervos.
  • Ajudar na formação de jovens pesquisadores e na sua preparação para atuar pró-ativamente em grandes colaborações internacionais.
  • Ajudar na formação de tecnologistas para lidar com projetos de Big Data.
  • Contribuir na divulgação dos resultados de pesquisa para o grande público.
  • Apoiar o trabalho técnico/científico sendo desenvolvido no INCT do e-Universo.

Projetos Apoiados


Dark Energy Spectroscopic Instrument

O Dark Energy Spectroscopic Instrument (DESI) é um levantamento dedicado a observações espectroscópicas de dezenas de milhões de objetos para o estudo da energia escura. As observações serão feitas durante cinco anos com o telescópio Mayall de 4m do Kitt Peak National Observatory (ver Figura 1) e devem iniciar em 2019....


Dark Energy Survey

O levantamento Dark Energy Survey (DES) tem por objetivo estudar a natureza da energia escura, uma componente descoberta recentemente, que representa da ordem de 70% do conteúdo do Universo, sendo esta energia a suposta responsável pela aceleração de sua expansão. O projeto procura determinar a abundância da energia escura e...


INCT do e-Universo

O Laboratório Interinstitucional de e-Astronomia (LIneA) surgiu em 2010 com a missão de estimular e coordenar a participação de pesquisadores brasileiros em grandes mapeamentos do Universo, realizados por consórcios internacionais, visando estudos em Astrofísica e Cosmologia. Assim como fez junto à colaboração do DES-Brazil, pelo qual pesquisadores (mais pós-docs e...


Large Synoptic Survey Telescope

O Large Synoptic Survey Telescope (LSST) é um telescópio sendo construído em Cerro Pachón no Chile. Previsto para entrar em operação no início da próxima década, o LSST irá mapear em seis bandas, quase a metade do céu por um período de 10 anos.  O telescópio com um diâmetro de 8,4 metros...


Sloan Digital Sky Survey

Sloan Digital Sky Survey – IV O projeto Sloan Digital Sky Survey – IV (SDSS-IV) é continuação do trabalho feito no SDSS-III. Em particular, dois dos levantamentos (eBOSS e APOGEE-2) são extensões naturais de levantamentos realizados no SDSS-III. O projeto inclui ainda, um novo levantamento (MaNGA) de 10.000 galáxias próximas...


Transneptunian Occultation Network

Objetos transnetunianos (TNOs) constituem uma população de pequenos corpos planetários situados além da órbita de Netuno, ou seja, estão afastados do Sol mais de 30 vezes a distância que separa a Terra do Sol (cerca de 150 milhões de quilômetros). Isto faz com que tais objetos tenham sofrido poucas alterações...

Galeria de Imagens

+ mais imagens

Webinars

+ mais webinars

Em Recesso

Notícias

+ mais notícias

11 de janeiro de 2019

Dark Energy Survey completa missão de seis anos

O esforço dos cientistas para mapear uma parte do céu em detalhes sem precedentes está chegando ao fim, mas o trabalho para aprender mais sobre a expansão do universo está apenas começando. Depois de analisar em profundidade cerca de um quarto dos céus do sul durante seis anos e catalogar centenas de milhões de galáxias distantes, o Dark Energy Survey ( DES) terminou a coleta de dados no dia 9 de janeiro de 2019. A pesquisa é uma colaboração internacional que começou a mapear uma área de 5.000 graus quadrados do céu em 31 de agosto de 2013, para buscar evidências de energia...

03 de janeiro de 2019

Predição de ocultações estelares por objetos Troianos de Júpiter

No dia 14 de dezembro de 2018 o mestrando Matheus Morselli Gysi, bolsista do INCT do e-Universo e afiliado ao LIneA, defendeu sua tese na Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), em Curitiba. Os objetivos do trabalho realizado foram a previsão de ocultações estelares por Troianos de Júpiter para uma futura caracterização física desses corpos e a busca por observações de Troianos obtidas por grandes levantamentos. A solução do problema restrito de três corpos, proposta por Joseph-Louis Lagrange em 1772, mostra a existência de cinco pontos de equilíbrio (sendo três dessas sempre instáveis e as outras duas regiões de equilíbrio estável dependendo da...

21 de dezembro de 2018

Especialistas discutem resultados esperados de futuro megatelescópio

O Workshop Sul-Americano em Cosmologia na era do LSST , evento organizado pelo ICTP-South American Institute for Fundamental Research , ocorreu entre os dias 17 e 21 de dezembro no campus da Unesp, em São Paulo recebendo pesquisadores do mundo inteiro para falar sobre os resultados esperados com o uso dos dados do LSST (Large Synoptic Survey Telescope – Grande Telescópio de Levantamento Sinóptico). O workshop tem como objetivo atrair especialistas em diferentes áreas da cosmologia observacional para discutir os desafios de projetos em andamento ou planejados, além de buscar aumentar a visibilidade e a participação da comunidade sul-americana em tais projetos. O evento é co-organizado com o Laboratório...

Previsão de eclipses estelares por pequenos corpos no Sistema Solar

Objetos Transnetunianos (TNOs, do inglês Trans-Neptunian Objects) girando ao redor do Sol a uma distância média superior à do planeta Netuno fazem parte dos pequenos corpos do Sistema Solar. O interessante destes objetos é que eles não foram muito influenciados pela radiação solar e, por isso, conservam suas propriedades físicas – que fornecem informações para desvendar a história e evolução do Sistema Solar exterior. Centauros é outra população de pequenos corpos que se encontra orbitando na região dos planetas gigantes. Acredita-se que eles e os TNOs compartilhem uma origem comum, e desta forma estudos dos Centauros podem revelar características gerais dos TNOs. Observá-los com os...

07 de dezembro de 2018

Estudo de pequenos corpos do Sistema Solar é apresentado em encontro do DES na Unicamp

Grandes levantamentos astronômicos, como aquele da colaboração do Dark Energy Survey (DES), fornecem dados em grande quantidade que beneficiam estudos de diversas áreas da Astronomia. Grandes quantidades de dados impõem desafios: como guardá-los, como procurar neles o que nos interessa e como extrair deles o conhecimento desejado. No encontro da colaboração do DES, realizado em Campinas, (de 3 a 7 de dezembro de 2018, na Unicamp), Julio Camargo (Observatório Nacional) apresentou os avanços no desenvolvimento do Portal de Pequenos Corpos do Sistema Solar (ver Figura 1). Trata-se de uma ferramenta que contempla todas as etapas para o estudo desses objetos a partir de...

06 de dezembro de 2018

Novos aglomerados de galáxias são apresentados no DES

Um algoritmo diferente do habitual para encontrar aglomerados de galáxias – e desenvolvido em nosso laboratório – foi apresentado nessa quarta-feira na reunião do Dark Energy Survey ( DES) que está acontecendo na Unicamp. Aglomerados de galáxias são, como o nome diz, regiões no universo que tendem a concentrar mais galáxias que o normal. São as maiores estruturas gravitacionalmente ligadas do universo e, em geral, suas galáxias possuem uma população de estrelas mais velhas, o que se traduz em uma cor mais avermelhada. Diferentemente, estrelas muito jovens – luminosas e quentes – são mais azuis, como em nossa galáxia espiral – a Via...

A energia escura: ou vai ou racha

A reunião internacional da colaboração Dark Energy Survey (DES) está acontecendo pela segunda vez no Brasil, desta vez na Unicamp. Com a coordenação geral de Flávia Sobreira, o encontro reune cerca de 100 pessoas onde os resultados mais recentes e perspectivas para o futuro são apresentados. O DES estuda a Energia Escura através de 4 medidas diferentes: a distribuição de galáxias no universo, a distorção gravitacional na forma de galáxias, observações de supernovas (SN) de um tipo especial (tipo Ia) que permite medidas precisas de suas distâncias e a quantidade de aglomerados de galáxias de diferentes massas. Até 1 mês atrás, os resultados cosmológicos...

05 de dezembro de 2018

Nem só de energia escura trata o levantamento DES

No primeiro dia da reunião da colaboração Dark Energy Survey ( DES), em Campinas, foram apresentados alguns resultados sobre estudos da Via Láctea, na reunião plenária. Adriano Pieres (LIneA) fez uma resenha dos recentes trabalhos desenvolvidos por seus colegas, em nome do grupo de trabalho científico sobre a Via Láctea. Dentre os vários resultados obtidos por este grupo, destacamos: A caracterização dos componentes das estrelas da Via-Láctea que foram observadas pelo DES. Após um longo período de desenvolvimento de ferramental para análise, finalmente os resultados foram alcançados e apresentados à colaboração (Figura 2). O resultado foi a identificação de novas estruturas resultantes de ruptura...

03 de dezembro de 2018

Reunião da colaboração Dark Energy Survey no Brasil

Na semana de 3-7 de dezembro realiza-se, na Universidade de Campinas, a reunião semestral da colaboração Dark Energy Survey (DES). Este evento reúne os participantes deste levantamento que está encerrando a fase de observações e deve iniciar em breve as análises evolvendo a combinação das imagens obtidas nos últimos 5 anos pela DECam instalada no telescópio Blanco de 4 metros do observatório de Cerro Tololo, Chile. Hoje pela manhã foi realizada a abertura do evento com as boas-vindas dadas pela presidente do comitê organizador da reunião Flavia Sobreira, pelo representante da Universidade Estadual de Campinas, o professor Pascoal Pagliuso, e pelo diretor do levantamento DES,...